segunda-feira, outubro 21

Novas regras devem baratear carteira de motorista

carteira de motorista jornaldomingo.com.br

Obrigatórias desde 2014, as aulas no simulador de direção veicular no processo de formação de condutores, para a obtenção da carteira de motorista (Carteira Nacional de Habilitação – CNH), agora são facultativas. Esta é apenas uma das mudanças previstas numa resolução publicada recentemente pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito).

As novas regras para tirar a carteira de motorista também preveem a redução de 25 para 20, no número de horas-aula práticas nas autoescolas, para a categoria B da CNH, o que implicará diretamente no preço do documento que deverá ficar mais barato. A expectativa do Governo é de que o custo para tirar a carteira de motorista seja reduzido em 15%.

No caso da categoria A, serão necessárias pelo menos 15h/aula. O número obrigatório de aulas noturnas também foi reduzido, passando de cinco para apenas uma, tanto para categoria B ou A.

Embora as novas regras do Contran para tirar a carteira de motorista só entrem em vigor em 90 dias após a publicação, ou seja, em 17 de setembro, as autoescolas já começam a sentir os impactos negativos. Afinal, muitas pessoas que estavam se preparando para dar entrada do processo de habilitação agora estão optando por esperar as novas regras começarem a valer para poderem pagar menos no processo da CNH. Este é um dos grandes problemas do setor agora.

Em Pouso Alegre, a proprietária de autoescola Maria Rosa Pereira Lopes confirma que as mudanças devem levar a uma redução na demanda de alunos nas autoescolas no período. Segundo ela o setor já vem enfrentando uma defasagem de público nos últimos anos e agora a projeção fica ainda mais negativa.

“Estas mudanças anunciadas pelo governo causam grande impacto no setor de autoescolas que já vive numa crise, sofrendo muito com a diminuição da demanda. Muita gente vai ficar esperando as regras entrarem em vigor e com isso a demanda vai cair e trazer sérias dificuldades para o setor”, avalia.

Não obrigatoriedade do simulador

carteira de motorista jornaldomingo.com.br

A autoescola de Maria Rosa, que conta com várias unidades em Pouso Alegre e na região, foi pioneira na cidade no uso do simulador de direção mesmo quando ele ainda não era de uso obrigatório. Depois que passou a ser obrigatório, a empresa investiu na aquisição de novos equipamentos. Hoje possui seis simuladores próprios e dois são consignados. Assim como ela, a maioria das autoescolas de Pouso Alegre investiu na compra de simuladores, que custam em média R$ 40 mil, para atender a legislação.

“É um equipamento caro. Muitas autoescolas adquiriram o equipamento para poder atender a legislação, estão pagando a duras penas, e agora cai a obrigatoriedade do uso do equipamento – uma medida que não deixa de desequilibrar o setor de autoescola”, opina.

Maria Rosa defende que o simulador é positivo na aprendizagem. “Pelo que temos vivenciado o simulador tem suas vantagens, seus benefícios. Um deles é o aluno chegar mais seguro no carro real, com menos tensão e medo. Favorece a aquisição de automatismo – uma habilidade necessária para dirigir. Por isso sou a favor do simulador. É um instrumento que auxilia bastante na aprendizagem”, comenta.

Cai exigência de aula para pilotar “cinquentinha”

carteira de motorista jornaldomingo.com.br

O Contran também suspendeu durante um ano a necessidade de aulas teóricas e práticas para tirar a ACC (Autorização para Conduzir Ciclomotor), que permite rodar com ciclomotores até 50 cilindradas – as famosas “cinquentinhas”. Será preciso apenas fazer as provas teórica e prática.

Depois do período de 12 meses, as aulas irão cair de 20 para 5 e poderão ser feitas em um ciclomotor particular.

Eliana Silva

Jornalista Responsável em Jornal Domingo
Formada em Jornalismo pela Univás (Universidade do Vale do Sapucaí) e pós-graduada em Gestão da Comunicação Empresarial pela FAI (Centro Superior em Gestão, Tecnologia e Educação).
Eliana Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *