sábado, agosto 24

Tag: Feliciano

Os dentes de Feliciano e o falso heroísmo parlamentar

Os dentes de Feliciano e o falso heroísmo parlamentar

Colunas, Colunistas, Igor Prado
Não há que se contestar o avanço dado em 1988 quando o Brasil promulgou a atual Constituição Federal, que instituiu um modelo democrático de Estado no país e deu maior abertura às vozes da sociedade. Por cessar um regime militar autoritário, a Constituição garantiu então um poder maior aos parlamentares, já que são estes que, por receberem a maior quantidade de votos nas eleições, ficam responsáveis por defender as bandeiras do eleitor nos 4 anos de mandato. Acontece que houve, certamente pelo contexto histórico que marcou a criação da Constituição Federal, uma supervalorização do parlamentar. Não é porque teve mais votos na urna que não deve consultar a população durante o mandato, e não é porque conquistou o direito de representar o povo que se pode pegar 157 mil reais do contribuinte