sexta-feira, novembro 22

Prefeito de PA vai propor encerramento de contrato com Copasa se problemas persistirem

Em vídeos, prefeito Rafael Simões expõe situação de descaso da Copasa em Pouso Alegre. Prefeitura vai propor o encerramento do contrato com a empresa nos próximos dias, caso não haja uma solução definitiva para os problemas apresentados.

Copasa jornaldomingo.com.br

Em visita a diversos bairros da cidade, o prefeito de Pouso Alegre Rafael Simões se posicionou contra o descaso com que a Copasa – concessionária de água e esgoto – vem tratando questões de sua responsabilidade no município. Desde o início desta semana, uma série de vídeos expõe a situação precária em que se encontram ruas e bairros em que a empresa realizou intervenções.

Em março, o município propôs uma Acão Civil Pública contra a companhia. Após parecer da 2ª Promotoria, em que o Ministério Público do Estado de Minas Gerais acatou diversos pontos alegados pela prefeitura, houve uma decisão liminar favorável que obrigava a Copasa a corrigir as falhas na prestação de serviços. Entre elas, a coleta, transporte, tratamento e destinação do esgoto gerado.

No entanto, em bairros como o São Geraldo, nos vídeos exibidos, é possível ver o esgoto sendo lançado a céu aberto, causando, além do mau cheiro, transtornos aos moradores e risco de doenças a crianças e idosos que, inevitavelmente, têm contato com os restos de dejetos sem qualquer tipo de tratamento.

Copasa jornaldomingo.com.br

As ruas e vias públicas também estão sofrendo a ação do descaso da Copasa. Locais que receberam pavimentação há poucos meses, como a Rua Vítor Laraia, na região central, já apresentam deterioração e desnível no solo, devido a abertura de buracos para realização de obras e serviços pela empresa.

Copasa jornaldomingo.com.br

“Não é possível continuar do jeito que está. As ruas são cortadas, ficam esburacadas e não é feita a recomposição, obrigando a população a pagar, de novo, pelo serviço mal feito da Copasa”, afirma o prefeito.

No caso do esgoto, na Rua Nova, no Bairro São Geraldo, a via está tomada pelo esgoto a céu aberto, que corre em um lugar por onde transitam pessoas e carros diariamente. “Isso é uma vergonha. Aqui deveriam correr apenas águas de chuvas [pluviais]. O que nós vemos é essa imundície, um desrespeito total com a população e esse esgoto vai cair diretamente no rio”, completa Simões.

Copasa jornaldomingo.com.br

Com os vídeos já circulando e a grande repercussão em redes sociais, a Prefeitura vai propor o encerramento do contrato com a Copasa nos próximos dias, caso não haja uma solução definitiva para os problemas apresentados.

Veja abaixo todos os vídeos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *