sábado, agosto 24

Hospital Samuel Libânio e Unidades da Univás terão WiFi gratuito à partir de agosto

Hospital Samuel Libânio jornaldomingo.com.br

O Hospital Samuel Libânio e as unidades da Univás (Universidade do Vale do Sapucaí) contarão com WiFi gratuito à partir de agosto. A novidade é fruto de parceria firmada pela FUVS (Fundação de Ensino Superior do Vale do Sapucaí) com a empresa G. PA WiFi, por meio da intervenção do vereador Rodrigo Modesto.

“Após implantação, alunos e colaboradores da Univás, além dos pacientes do Hospital Samuel Libânio, terão WiFi de graça, o que traz comodidade e economia para todos”, explica o vice-presidente da FUVS, Eliéser Castro e Paiva.

A ideia é que o  WiFi esteja disponível em todas as áreas das unidades da Fuvs. Mas a implantação será gradativa, conforme explica o gerente de Informática da FUVS, Flávio Nunes. A princípio, no Hospital por exemplo, a intenção é começar pelos pontos de entrada de pacientes, como Pronto Socorro e Acesso de Particulares e Convênios, bem como setores em que paciente e acompanhante ficam por mais tempo, como de quimioterapia e hemodiálise. Depois, o serviço será expandido para outros setores, como o de internação.

“Será importante para humanização do atendimento, tanto para pacientes como para acompanhantes. Uma pesquisa recente mostrou que o whatsapp, por exemplo, é uma ferramenta que faz com que as pessoas não fiquem tão sozinhas. E nós percebemos que os pacientes muitas vezes tem um perfil psicológico depressivo por conta de uma doença grave, tratamento demorado. E o paciente ter a possibilidade de se conectar através da internet, se comunicar com familiares e amigos, é uma distração para pensar em outras coisas e se desligar um pouco da tensão do tratamento”, comenta Flávio Nunes.

Nas salas de aula da Univás o Wi-fi também irá fazer toda a diferença, avalia o gerente de Informática. “O perfil do aluno mudou muito. Na sala de aula ele quer buscar de imediato outras fontes de informação e nisso o WiFi irá ajudar muito”.

De acordo com Flávio Nunes a Fuvs está investindo na aquisição dos aparelhos e a empresa  G. PA WiFi está responsável pela instalação e configuração do sistema, bem como fornecimento de relatórios de acesso. Ele explica que no modelo de WiFi que está sendo implantado há remuneração com a exibição de publicidade digital aos internautas. Ou seja, a Fuvs será remunerada em alguns centavos por cada acesso diário efetuado. “É um modelo moderno de wireless que foi desenvolvido em outros países e que está sendo implantado no Brasil”, conclui.

Hospital Samuel Libânio jornaldomingo.com.br
Participaram da reunião na presidência da FUVS o gerente de Informática da FUVS, Flávio Nunes, e os sócios da empresa.

Eliana Silva

Jornalista Responsável em Jornal Domingo
Formada em Jornalismo pela Univás (Universidade do Vale do Sapucaí) e pós-graduada em Gestão da Comunicação Empresarial pela FAI (Centro Superior em Gestão, Tecnologia e Educação).
Eliana Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *