quinta-feira, setembro 19

Cozinha Mineira e pastel de graça são destaques em Pouso Alegre

Exposição “Cozinha Mineira” e distribuição gratuita de pastel de farinha de milho, na Praça Senador José Bento, marcam 7ª Jornada do Patrimônio Cultural em Pouso Alegre.

Assista ao vídeo da reportagem!

A cozinha é a essência do lar mineiro. E quando o assunto é a culinária de Minas, o fogão à lenha é símbolo cultural. Entre os mineiros de verdade e os mineiros de coração, difícil quem não tem uma relação sentimental com o fogão a lenha.

pastel de farinha de milho

É justamente ele que reina em uma exposição em Pouso Alegre que reúne alguns utensílios da tradicional cozinha mineira. Além do fogão à lenha, as panelas de barro, o bule de café antigo, o tacho de ferro, o lampião na parede criam uma atmosfera que remete às raízes da culinária mineira, à tradição cabocla, caipira das Minas Gerais.

A exposição acontece até sexta-feira, 30, no Centro Cultural Cleonice Bonillo Fernandes, antigo Fórum, com visitação das 08h às 18h. Ela faz parte da programação oficial da 7ª Jornada do Patrimônio Cultural de Minas Gerais que nesta edição traz como tema “Culinária e Patrimônio”. Realizada em todo o estado, a Jornada tem a intenção de sensibilizar a sociedade para a valorização e preservação do patrimônio cultural.

pastel de farinha de milho jornaldomingo.com.br

E se o assunto é patrimônio cultural, em Pouso Alegre o pastel de farinha de milho, patrimônio cultural imaterial da cidade, não poderia ficar de fora. É por isso que no sábado, 31, o dia será dedicado a ele. Das 14h às 17h, a Aspafam (Associação do Pastel de Farinha de Milho de Pouso Alegre) irá distribuir à população mais de dois mil pastéis na Praça Senador José Bento, em evento realizado em parceria com a Universidade do Vale do Sapucaí.

Aprenda a fazer o tradicional pastel de farinha de milho

pastel de farinha de milho jornaldomingo.com.br

Ingredientes:

1 kg de farinha de milho

300 g de polvilho azedo

sal

01 colher de sopa de gordura vegetal (opcional)

1,2 litros de água fervente

Óleo para fritar

Preparo

1 – Em uma tigela, junte a farinha de milho e o polvilho. Esfregue a mistura na palma das mãos até obter uma textura fina, como farofa.

2- Adicione sal a gosto, a gordura vegetal (se for utiliza-la) e a água fervente. Misture primeiro com uma colher e depois vá sovando com as mãos até a massa ficar bem lisa.

 3 – Abra a massa em um pedaço de plástico até a espessura desejada. Corte em retângulos do tamanho desejado, recheie e feche o pastel, pressionando bem as bordas para não abrir durante a fritura.

4 – Frite em óleo quente até dourarem (poucas unidades por vez), jogando óleo sobre os pastéis para que cresçam. Retire com uma escumadeira e escorra sobre papel-toalha. Sirva quentes.

*Receita extraída do livro “Memórias Culinárias”, de Ana Beraldo e Rogéria Aires

Eliana Silva

Jornalista Responsável em Jornal Domingo
Formada em Jornalismo pela Univás (Universidade do Vale do Sapucaí) e pós-graduada em Gestão da Comunicação Empresarial pela FAI (Centro Superior em Gestão, Tecnologia e Educação).
Eliana Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *