sábado, agosto 24

Inatel é a 1ª instituição de ensino do país a se associar à Câmara de Comércio Sueco-Brasileira

Inatel jornaldomingo.com.br

Com o objetivo de potencializar cada vez mais o processo de internacionalização, o Inatel se associou à Swedcham, uma unidade que promove e representa interesses e o intercâmbio entre o Brasil e a Suécia. A história do Instituto com a Suécia vem de longa data, desde que há 50 anos a empresa Ericsson consolidou a parceria e ofereceu bolsas para os primeiros estudantes trabalharem naquele país. Entre tantos ex-alunos que construíram suas carreiras na nação norte-européia, está o atual Presidente do Conselho da Swedcham, ex-aluno do Inatel, Sérgio Quiroga.

A Câmara de Comércio conta com 250 associados, entre eles, 11 são universidades suecas. Grandes nomes da engenharia mundial, como a Chalmers University Of Technology, integram o corpo de escolas com o qual o Inatel tem grande interesse em compartilhar conhecimentos, pesquisas, tecnologias e intercâmbio de alunos e professores. Além disso, para o Instituto há diversas oportunidades de negócios com empresas Suecas e o papel da Swedcham é facilitar este contato e promover parcerias entre instituições dos dois países.

O Diretor Executivo da Câmara, Jonas Lindström, expressa que está feliz com a entrada do Inatel como a primeira instituição de ensino brasileira a se associar e espera que juntos realizem muitos eventos e grandes negócios. “A Câmara está ligada à inovação e a aproximação com a academia, como é o caso do Inatel, é importante para esta plataforma de interação entre os setores público, privado, comercial e educacional”. Lindström declara ainda que seu país está de portas abertas ao Inatel e que as faculdades suecas esperam por mais visitas dos brasileiros.

Para o Vice-Diretor do Inatel, Guilherme Marcondes, a associação tem significado tanto para as áreas de negócio, quanto para as de ensino e pesquisa do Instituto. “Estaremos em contato com grandes empresas associadas, assim como com as maiores faculdades de engenharia Suecas que também fazem parte da Swedcham. O que facilitará a troca de conhecimentos, aumentará o potencial de internacionalização do Inatel e pode resultar em parcerias de negócios muito interessantes”.

Sobre a recente entrada no conselho da Swedcham, Sérgio Quiroga afirmou que a proximidade com a Suécia trata-se de uma parte importante de sua história, e tudo começou logo ao entrar na Ericsson. “Fiz questão de aprender o idioma e não descansei até conseguir ir trabalhar lá, onde morei por anos. Esse relacionamento apenas se fortalecerá”.

A Swedcham desenvolve conexões bilaterais Brasil-Suécia. Os associados contam com uma rede de contatos e negócios, além de atividades desenvolvidas para aprimorar os mercados de ambos os países, como a Feira de Carreiras, que será realizada no mês de setembro, em São Paulo, com sete faculdades suecas já confirmadas.

*Texto e foto: Ascom Inatel 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *