quinta-feira, julho 18

Cimed tem financiamento de R$ 100 milhões aprovado pelo BNDES

Os recursos destinam-se à implementação de uma nova unidade em Pouso Alegre para produção de medicamentos genéricos e similares.

Cimed - jornaldomingo.com.br

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou o financiamento de R$ 100 milhões para a Cimed Indústria de Medicamentos. Os recursos destinam-se à implementação de uma nova unidade em Pouso Alegre para produção de medicamentos genéricos e similares.

A fábrica terá cerca de 35 mil m². Após a conclusão das obras, a capacidade de produção de medicamentos sólidos orais da Cimed será ampliada em 35%. Estima-se a criação de mais de 100 novos postos de trabalhos diretos, grande parte composta por empregos de alta qualificação para profissionais como farmacêuticos, engenheiros e químicos.

A implantação do projeto incorporará à linha de fabricação equipamentos que diminuirão a manipulação de materiais e o transbordo de matéria-prima, reduzindo o tempo de produção. Além de ampliar a produtividade da fábrica e  gerar maior segurança ao processo, a implementação de novas tecnologias terá impacto positivo sobre os custos dos produtos.

Os investimentos também contribuirão para redução do impacto ambiental da atividade industrial já que a água utilizada no processo produtivo será reaproveitada nas atividades de apoio. Outras medidas previstas são instalação de sistema de iluminação de baixo consumo, diminuição do uso de água e redução da geração de resíduos da produção.

O investimento na nova planta da Cimed pode gerar efeitos positivos para o setor de saúde já que implicará em aumento da capacidade instalada da indústria brasileira de medicamentos e ampliação da concorrência no mercado de genéricos e similares, com potencial de redução de preços ao consumidor.

Fundada há 40 anos, a Cimed produz cerca de 600 itens, englobando medicamentos isentos de prescrição, genéricos, similares e equivalentes, além de vitaminas, produtos de higiene e beleza e de saúde e nutrição. Além do projeto da nova planta, a companhia vem investindo em Pesquisa & Desenvolvimento e lançou em 2017 sete novos produtos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *