sábado, agosto 24

A máfia brasileira

“O poderoso chefão” é sem sombra de dúvidas um dos filmes mais marcantes da história do cinema. Com estrelas como Marlon Brando e Al Pacino, o filme é um retrato de como a máfia italiana exercia o seu poder, através do tráfico de armas e do controle da segurança, funcionando como a única ‘instituição’ respeitada pelos cidadãos. Em inglês o nome do filme significa “O Padrinho” — The Godfather -, pois era como todos chamavam o líder mafioso.

No mundo da vida é possível ver a história de outros mafiosos, dos quais destaco Al Capone, que se aproveitou no começo do século XX da decisão do governo dos Estados Unidos em proibir a venda de bebida alcóolica, para assumir o mercado negro do produto. Como consequência, expandiu a sua máfia e igualmente passou a ter poder sobre a população, governo e polícia.

No Brasil, a máfia é a milícia. Resultado de uma política ineficaz do governo de décadas, o tráfico de drogas e de armas cresceu a sua produção, para logo em seguida começar a comprar seus próprios policiais e políticos, assumindo o controle da lei e da ordem nas comunidades mais pobres.

Assim como “padrinho”, no contexto histórico, é o homem que assume a criação do órfão após a morte do pai, a milícia brasileira é quem assumiu a força nas comunidades, quando o Estado saiu de cena.

Enquanto o terror da população aumenta e alguns ingenuamente acreditam que o crime só será vencido via mais armas e tiroteio, é o traficante quem suspira tranquilo no alto do seu luxo, pois é ele que também sabe: se as regras não mudam, o sistema não muda de lado e a ignorância toma conta da população, o seu poder nunca terá fim.

Igor Prado

Coluna Sem Cerimônia em JornalDomingo.com.br
Estudante de direito na Faculdade de Direito do Sul de Minas — FDSM. Líder político jovem, ativista por uma democracia mais justa ao país l E-mail: igorpradotavaresmg@gmail.com l Redes sociais: @igorpradomg
Igor Prado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *