segunda-feira, novembro 18

Autor: Leandro Alkmim Teixeira

Sistemático, eu?

Sistemático, eu?

Colunas, Colunistas, Leandro Alkimin
Certa ocasião fui visitar meu pai. Quando cheguei, ele estava abrindo um pacote que tinha acabado de receber do correio com um estilete, em cima da mesa de jantar.  Era a maquininha de etiquetar que ele havia comprado pela internet.             - Olha que bacana. A gente digita o que quer, e ela imprime uma fita auto-adesiva que a gente pode colar onde quiser! Dá pra escolher até o tipo de letra!             Dentro da caixa ainda haviam fitas de várias cores: cinza, azul, vermelho.             - Bacana, pai. Mas me diz uma coisa: pra quê você comprou isso?             - Preciso etiquetar umas coisas, ué. Óbvio.             Não levei o assunto pra frente, pois não entendia que diabos um homem aposentado queria tanto etiquetar. Fiquei até tentando imaginar, mas fui pra casa sem question
J. Teixeira Filho: um homem temporão

J. Teixeira Filho: um homem temporão

Colunas, Colunistas, Leandro Alkimin
- Dormiu bem? - Dormi sim! - Com quem? - Ué, com a mesma encrenca de sempre! - E o quê você achou? Era assim que ele cumprimentava praticamente todo mundo - independente de idade, sexo ou até de nacionalidade. Era um protocolo a ser seguido. Uma espécie de marca registrada. Homem de muitas facetas: médico por opção, escritor por diversão, poeta por paixão. Ativista político anti-esquerdista fervoroso: - Se você quer ser comunista ou socialista, faça isso até os 21 anos de idade porque depois pega mal pra burro! Destilava seu humor ao mesmo tempo ácido e refinado em encontros, páginas de jornal ou no seu “blog”. Ninguém escapava. - Doutor, coisa mais estranha. De uns tempos pra cá tenho passado mal, fico um pouco fraca, meio tonta, vomitando… Tomo um suco de fruta
Você é ou será um inútil?

Você é ou será um inútil?

Colunas, Colunistas, Leandro Alkimin
Não, a pergunta não é retórica. Pesquisas recentes - inclusive uma foi publicada em periódico de grande circulação - apontam que está surgindo uma nova categoria de pessoas: as inúteis. A evolução tecnológica está provocando uma mudança de paradigma tão grande que muitas profissões estão acabando e muitas outras estão aparecendo e nessa movimentação maluca muitas pessoas ficam de fora. Mas não fica só nisso. Além de inútil, esse contingente simplesmente não será empregável. Muitas pessoas não querem, não irão ou simplesmente não têm condições de se adaptar às novas tecnologias e isso fará com que, por mais experiência que tenham, as empresas não terão motivo para contratá-las. Concomitantemente, o governo também não, pois ele já está muito defasado e qualquer mínima evolução que ocorra no
O que tem a Rússia?

O que tem a Rússia?

Colunas, Colunistas, Leandro Alkimin
Circulou na última semana a notícia de que integrantes do Partido dos Trabalhadores (PT) mandou uma delegação à Rússia fazer sabe-se lá o quê. O fato foi noticiado pela própria imprensa russa e pela nossa também, como por exemplo a página “O Antagonista”. Pois bem. O que chama a atenção em primeiríssimo lugar é a subserviência aos russos. O brasileiro é muito acostumado a falar de “imperialismo americano” mas anda se esquecendo de como é a filosofia de relações exteriores da Rússia: um  país que devasta toda terra por onde passa. Com todo o respeito ao povo russo, com toda a admiração à capacidade do país de se destacar nos ramos militar e aeroespacial, nas ciências e nas artes, convenhamos: o governo russo é absolutamente brutal. Arrasam tudo o que puderem sem misericórdia. E fazem sim d
O fim do Direito

O fim do Direito

Colunas, Colunistas
Assim como já está acontecendo com muitas profissões, o Direito, como nós o conhecemos, desaparecerá e em seu lugar alguma outra coisa vai aparecer. Muitos vêem tal afirmação com ceticismo, mas vamos a alguns fatos que farão com que todos parem para refletir um minuto. Na Medicina, uma das especialidades que está na mira da tecnologia é – incrível – a cirurgia. Abra o “YouTube” digite exatamente o seguinte: “da Vinci robot stitches a grape back together” (sem as aspas) e abra a página que achar mais interessante. O mesmo está ocorrendo na Engenharia ou na Odontologia – imaginem o impacto da “impressão 3D” para os dentistas. Motoristas já estão a caminho da extinção. Questão de tempo. Nos EUA, alguns bancos estão fazendo uso do IBM Watson – a solução de “Inteligência Artificial” (termo con
Onde está o Sagrado Feminino?

Onde está o Sagrado Feminino?

Colunistas, Leandro Alkimin
Uma coisa é inegável: estamos vendo atualmente o desmonte da Mulher. Toda essa confusão que tem sido propagada, na verdade, está acabando por destruir o significado que ela tem em nossas vidas, famílias e sociedade. Essa coisa de feminismo desenfreado está, literalmente, desvalorizando a Mulher. Não se trata de apoiar ou não esse ou aquele movimento, trata-se de respeitar a Mulher — mãe, esposa, filha, amiga e por aí vai. O papel delas é muito mais amplo e sublime. Acontece que hoje elas estão sendo vítimas de um reducionismo absurdo. Legisladores se pretendem deuses quando resolvem que uma caneta tem mais força que a própria Natureza — quando na realidade sequer têm legitimidade para tal, seja pelo simples fato de que eles próprios fazem parte da Natureza, seja pelo impedimento moral por